Vendas online: 5 hábitos errados que estão atrapalhando seus negócios

Há alguns passos essenciais para ter mais visibilidade no negócio e vender online. Hoje vamos falar sobre o que pode te atrapalhar nesse processo.vendas-online-habitos

Você está apostando em vendas online, mas não está vendendo tanto quanto gostaria? Calma! Não perca a confiança no que a internet pode fazer pelo seu negócio.

Existem hábitos que podem estar atrapalhando a sua performance em vendas. Este artigo é para te ajudar a identificar esses erros.

Vamos falar sobre:

  • Mudanças estratégicas que você precisa fazer
  • Como otimizar suas páginas de produtos online
  • Caminhos para qualificar melhor os visitantes da web e como direcioná-los ao seu time de vendas

Ao final, ainda tem um material extra que vai juntar tudo isso num lugar só.

Se você quer conhecer hábitos que podem atrapalhar suas vendas online, vai adorar este texto.

Então vamos!

5 hábitos errados que atrapalham as vendas online

Você já tem uma página no Facebook, Instagram e talvez até no LinkedIn. Tem o seu site e investiu em marketing. Mas os resultados em vendas ainda não são concretos.

Essa realidade é mais comum do que parece. Na realidade, é possível que você tenha um tráfego grande de pessoas circulando pela sua página de produto(s) ou redes sociais!

Um primeiro pensamento sobre essa situação é que apesar da performance baixa de vendas, ter um tráfego alto na internet já é algo excelente.

Você já deveria ficar bem feliz se conseguiu isso!

O que você precisa fazer agora é melhorar sua conversão de visitantes em leads. Existem 5 hábitos que podem estar impedindo isso:

1. Não investir numa navegação fácil para o seu site

Seu site é fácil de navegar? É rápido e organizado? Essas são perguntas importantes.

Algo que atrapalha novas conversões é analisar bem o que você está entregando para as pessoas que entram no seu site.

Digamos que você tenha um post que recomende que o visitante vá até o seu site para conferir mais detalhes sobre um produto.

Algo que acontece muito é, ao chegar na sua página, o visitante não sabe exatamente para onde ir, fica perdido ou sem uma direção clara.

Esse é um primeiro problema que pode estar acontecendo na performance digital do seu negócio. Para solucionar isso, uma dica é seguir este mantra aqui: prometer e cumprir.

Para mudar esse hábito, invista num design rápido, intuitivo e cumpra as promessas das suas divulgações de forma ágil.

2. Não dar atenção constante à sua página de produto

A página de produto(s) no seu site é um dos locais onde você precisa depositar uma atenção realmente especial.

Além do que já falamos sobre navegação fácil, ela precisa muito de uma coisa: clareza.

Uma vez li sobre uma comparação interessante em relação a isso.

Quando você pega um livro na livraria para folhear, provavelmente espera que ele tenha:

- Uma imagem interessante de capa

- Título claro que te ajude a entender sobre o que se trata seu conteúdo

- Uma boa sinopse atrás, para mais informações

E não é verdade? O mesmo se aplica à sua página de produto.

Ela não pode deixar de ter títulos interessantes, boas descrições, reviews de clientes sobre os produtos ou serviços e boas chamadas.

É bem provável que, se a sua página de produto ou serviço não cumpre esse requisito, esse seja um dos motivos da trava nas suas vendas online.

Call-to-Action (CTA)

Quando falamos de “chamadas”, o que estamos nos referindo se chama “CTA”. Você sabe o que é isso?

Vêm do inglês “Call-to-Action”, que quer dizer “Chamada-para-Ação”. É algo muito importante para campanhas e vendas online.

De uma maneira simples de explicar, é quando você pede para o público realizar uma ação. Pode ser, por exemplo, preencher um formulário, clicar num link ou contribuir na seção de comentários.

Veja neste outro artigo uma comparação entre um CTA fraco e outro forte!

3. Deixar de lado contato ágil e respostas rápidas à dúvidas dos seus clientes

Talvez você não tenha percebido, mas o que está travando as suas vendas pode ser a forma como faz contato com os seus clientes.

Pois é. Essa é a verdade. Quando os visitantes da web chegando no seu site ou landing page, querem respostas rápidas às suas principais questões.

Vale otimizar o seu canal de relacionamento. Você pode optar por um livechat ou por otimizar os canais de atendimento telefônico. As duas formas são boas.

Mas agilidade no contato e na resposta podem ser decisivos. Lucas Martins, Analista de Customer Success do Campus Inc. também reforçou isso:

vendas-online-lucas-campus-inc

“A qualidade da prestação do serviço é algo determinante. Ao analisar o atendimento é que se vê como a empresa se relaciona com o cliente.

Aqui, na primeira interação já procuramos transmitir muito do que é o Campus: nossa cultura, o que é o nosso diferencial no mercado, e buscamos criar a imagem que a gente realmente quer passar.

Isso tem um impacto muito grande na experiência do cliente. Demonstrar que você quer não só resolver o problema, mas buscar diferentes soluções para ele.

Esse atendimento tem que ser ágil e versátil. É importante estar presente em diferentes canais, como telefone, e-mail, chat, e manter foco na qualidade do atendimento em todos esses canais, de forma igual.”

4. Uma pergunta… É fácil achar preço e informações importantes no seu site?

Já falamos um pouco sobre navegação fácil… página de produto… mas ficou faltando ressaltar uma coisa:

Preços e informações que podem ser decisivas para o cliente devem ser encontradas de um jeito fácil!

Assim, você poupa seu canal de relacionamento de perguntas básicas demais dos clientes e evita que o cliente desista da aquisição por não encontrar as informações decisivas para a compra.

Infelizmente, ainda existem muitos sites que não deixam essa informação disponível.

Por exemplo, esta pesquisa mostrou que, em e-commerces dos Estados Unidos, mais da metade dos consumidores abandonam seus carrinhos de compras por se depararem com “taxas escondidas”.

Você pode evitar isso se já disponibilizar essa informação com antecedência e clareza no seu portal, ainda que seu foco seja a prestação de um serviço, por exemplo, que esteja claro nos termos e condições. Tudo que for de adicional precisa estar esclarecido.

Se colocar no lugar do visitante da web é uma forma boa de evitar esse tipo de hábito e identificar se está fazendo isso no seu site ;)

5. Não qualificar bem o suficiente os potenciais clientes antes de passar para o time de vendas

Você já ouviu falar de “inbound marketing”? É uma estratégia que ajuda muito a otimizar - e automatizar - seu processo de venda.

Vou resumir o que é, para facilitar seu caminho:

📢 Inbound Marketing é uma estratégia focada em educar e qualificar seus potenciais clientes e separá-los dos leads não qualificados, para seu time comercial só foque nos clientes com maior probabilidade de fechar a compra.

Agora, não fazer essa qualificação pode ser um dos motivos de você não estar vendendo tanto quanto esperava pela internet.

Para te ajudar, trouxe este material aqui: uma Matriz bem didática para Qualificação de Leads.

Ela veio para facilitar essa qualificação. Aproveite!

[Dica Bônus] Procure aumentar a sua Taxa de Conversão mais do que o tráfego em si

Ainda tenho outra dica especial para você. Sabe a taxa de conversão que falamos lá no começo? Ela é uma aliada indispensável na otimização das suas vendas.

Além de mudar todos os hábitos que falamos no artigo, você pode querer dar uma olhada nisso.

Foque no aumento da taxa de conversão ao invés de focar no tráfego. Essa é uma mudança de perspectiva importante se você quer realizar mais vendas num menor tempo.

Concentre-se em novas campanhas e ações para gerar mais conversão. Faça testes entre suas ações, e valorize a conversão sobre quantidade de visitantes da web.

Vale a pena se aprofundar mais sobre métricas de marketing, se você se interessou por essa última dica. Então olha este outro artigo sobre o que são as métricas de marketing digital e como usar no seu negócio.

Frederico Foini
Frederico Foini
Copywriter Campus Inc