Home office e o que você precisa saber para começar bem

Home office/teletrabalho ganhou força com a evolução da tecnologia e das organizações. Conheça os caminhos para um excelente começo!Post 4 - Capa.jpg

Trabalhar em home office realmente é algo atrativo. Quantas horas por dia você gasta se deslocando até o escritório? Em grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, não é raro essa jornada durar várias horas e consumir boa parte do dia, independente do uso de transporte público ou carro próprio.

Por isso, cada vez mais profissionais estão aderindo ao trabalho remoto, prática que já faz parte da rotina de várias empresas brasileiras.

E você, também quer trabalhar em casa? Quer entender melhor como trabalhar em home office? Fique conosco e saiba mais sobre o home office e o que você precisa saber para começar bem!

home-office-começando-bem

O que é home office?

Home office — ou teletrabalho — é uma alternativa ao escritório tradicional que ganhou força com a evolução das telecomunicações e o surgimento de serviços que facilitam a colaboração e o trabalho remotos, como a computação na nuvem

Nessa modalidade, o trabalhador deixa de lado comuns compromissos com uma presença física em algum escritório ou empresa. Se há 30 anos a visão de escritório estava presa a um espaço físico, hoje 81% dos brasileiros já sonham em trabalhar de casa. Mas por que?

Podemos apontar alguns motivos. Dentre eles, está a otimização do tempo, uma vez que transporte, alimentação e outros imprevistos de um dia a dia de trabalho fora de casa deixam atravessar as atividades do dia a dia. Mas quais ocupações podem atuar nessa modalidade?

Quem pode fazer home office?

A pesquisa mundial State of Remote Work, publicada pela OWL Labs em 2018 (em inglês), revelou que 52% dos profissionais no mundo já trabalham remotamente pelo menos uma vez por semana e 68% pelo menos uma vez por mês.  Na América do Sul, somos 67% dos profissionais propensos a trabalhar à distância em período integral, o que mostra que essa tendência é cada vez mais forte por aqui.

Nem todos os profissionais podem fazer home office. Algumas empresas requerem contato constante da equipe ou manuseio de ferramentas e softwares que não permitem o uso remoto.

Por outro lado, é uma excelente forma de começar uma empresa com custos enxutos, especialmente para negócios digitais e empresas de serviços em geral.

Trabalhar em casa faz bem para o bolso e para o coração!

Como você viu no início do artigo, uma das grandes dores do trabalhador brasileiro é a rotina cansativa, na qual falta tempo e dinheiro para o lazer e para se dedicar à vida pessoal (família, estudos, saúde, etc.). Não é à toa que São Paulo, maior capital e cidade mais produtiva do país também tem um dos maiores índices de ansiedade do mundo.

Para o novo empreendedor, o home office representa mais que uma alternativa de baixo custo para começar um negócio. É uma opção pelo bem-estar e uma rotina mais saudável física e mentalmente. Uma oportunidade de estar mais perto de quem você ama e fazer as coisas no seu tempo.

O que o home office NÃO é?

Muita gente pode acabar confundindo a ideia de “trabalhar em casa” com uma solução para ganhar dinheiro com pouco esforço, mas não é bem por aí. Se você já viu algum anúncio prometendo “rápidos ganhos sem sair de casa”, não acredite.

É importante reforçar que home office não significa somente trabalhar de casa, mas trabalhar fora do espaço comum de uma empresa. É uma forma de estar conectado e produtivo de forma flexível, o que pode acontecer em qualquer lugar, desde que você tenha um computador e uma conexão com a internet.

Como me organizar para começar um trabalho remoto?

Um erro que muitos cometem ao migrar para o teletrabalho é não conseguir separar o trabalho da vida pessoal, o que compromete a produtividade e acaba dificultando a vida em todos os aspectos. Antes de qualquer coisa, separe um espaço só para trabalhar, mesmo que não consiga ter um cômodo dedicado a isso. 

Seguindo essa dica de criar um cantinho dedicado ao seu trabalho, você deve começar liberando um espaço com boa circulação de ar, luz natural (se possível) e pouco ruído. Tudo isso pode ser um pouco difícil de encontrar em pequenos apartamentos de grandes cidades, mas o importante é buscar um ambiente onde você se sinta mais confortável e que te ofereça mais comodidade que um escritório comum.

O seu compromisso com a limpeza e organização desse espaço deve ser ainda maior do que com o resto da casa. Sem você perceber, seu cérebro está constantemente absorvendo toda a movimentação e o ambiente ao seu redor. Portanto, é importante escolher um espaço mais calmo, onde você consiga focar nas tarefas e se organizar. 

Se mais pessoas morarem na casa, elas também precisarão se adequar aos seus horários e entender quando você estará disponível e quando precisará se dedicar 100% ao escritório.

Boa parte das empresas home based (que funcionam integralmente em home office) dependem da agilidade nas entregas para garantir a lucratividade, então manter o foco para produzir mais é prioridade Nº1.

Mas tá liberado fazer um carinho no cachorro naquela pausa pro café! 😄 

CONTEÚDOS RELACIONADOS:

👉 8 dicas para sair da carreira e criar um negócio de sucesso

👉 4 documentos essenciais para abrir sua empresa

👉 Por que escritório virtual é a solução ideal para pequenas empresas

Escritório em casa: quais são os equipamentos e ferramentas básicas?

Vamos entender melhor sobre uma etapa fundamental sobre como montar um home office. Ter um espaço só para o trabalho já é um bom começo, mas ninguém vai muito longe sem os recursos certos.

Você já sabe quais são eles? Nós fizemos uma lista do que é essencial para começar a se estruturar e trabalhar sem perder o conforto, da estrutura às ferramentas. Confira a seguir:

1. Um computador portátil com boa configuração

Ter um laptop ou notebook dedicado exclusivamente ao seu trabalho é tão importante quanto o escritório em si, pois o computador é sua principal ferramenta. O ideal é que o computador de trabalho tenha apenas esse propósito. Pode te prejudicar misturar dados pessoais e usá-lo em família para finalidades muito diferentes. Aos que têm filhos: nada de dividir o PC com os joguinhos das crianças, hein! 

notebook-para-trabalho-remoto

Embora muito do trabalho seja realizado na nuvem hoje em dia, é importante procurar uma máquina com bom processamento e armazenamento, independente da sua área de atuação. Isso vai garantir uma vida útil mais longa e mais fluidez no trabalho.

2. Móveis confortáveis e espaço organizado

home-office-ambiente-iluminado

Não custa lembrar: home office continua sendo um escritório e pode ser que você passe até mais que as 8 horas habituais trabalhando em dias de maior demanda, então o cuidado com a postura deve ser redobrado. Invista numa cadeira com rodízios e bastante suporte para a coluna. Uma mesa espaçosa e organizada também é importante!

3. Suporte para laptop e acessórios

Ainda pensando no conforto e ergonomia, o suporte para laptop garante que a tela do portátil esteja posicionada à altura dos seus olhos, ajudando a corrigir a postura. Além disso, esse acessório ajuda a evitar o superaquecimento da máquina, que pode diminuir sua vida útil.

Junto ao suporte para laptop, teclado e mouse à parte te ajudam a usar o computador com mais conforto e liberdade, além de diminuir o desgaste do equipamento ao longo do tempo. 

4. Fones de ouvido

Se o ambiente não é calmo o suficiente, ouvir sua playlist favorita é uma forma eficiente de se isolar e focar no trabalho. Um bom par de fones pode ser a arma secreta da produtividade no home office — junto a uma boa xícara de café. Uma dica: busque por fones com cancelamento de ruído.

5. Ferramentas de comunicação e organização

Com os itens básicos acima, já dá para imaginar um escritório se formando, não é mesmo? Agora o que você precisa é se organizar e manter contato com seus clientes e colaboradores (se tiver uma equipe) de forma profissional.

Felizmente, as soluções pra isso estão se desenvolvendo cada vez mais rápido e muitas delas são gratuitas (ou têm versões gratuitas). Gostaria de te recomendar as seguintes:

  • Para se comunicar rapidamente: Slack;
  • Para organizar a agenda e marcar reuniões: Google Calendar e Calendly;
  • Para fazer ligações e videoconferências: Google Meet (conectado às reuniões do Google Calendar);
  • Para fazer anotações: Google Keep e Evernote;
  • Para organizar os projetos e prazos das demandas: Asana e Trello;
  • Para editar documentos (textos, planilhas e apresentações) na nuvem: Google Drive.

O que mais preciso saber exercer o teletrabalho?

Deu pra ter uma noção dos benefícios e de quem pode aproveitar esse modelo de trabalho para começar um negócio ou simplesmente trabalhar com mais autonomia e independência?

Uma vez que já estiver trabalhando de modo remoto e tenha conseguido fazer a transição, há outros aspectos que também podem te ajudar no seu sucesso profissional. Um deles é a adoção de outro endereço profissional que não seja o da sua empresa. Se você tem a sua própria empresa, isso ajuda muito na sua imagem profissional e prestígio.

E aí? Pronto para entrar no mundo do home office com o pé direito? Recomendamos que você se aprofunde sobre como gerenciar o tempo na empresa e crescer rápido - algo que também pode ser muito útil nessa sua fase!

Continue lendo e fique conosco, e não deixe de compartilhar e comentar sobre nossos artigos nas redes sociais! 🙂

Frederico Foini
Frederico Foini
Copywriter Campus Inc