3 dicas para gerenciar o tempo na empresa e crescer rápido

Dicas para gerenciar melhor o tempo na sua empresa e crescer rápido. Conheça caso de sucesso de uma empresa que cresceu 5 vezes em 3 anos!Post 5 - Capa.jpg

Gerenciar bem o tempo dentro de uma empresa é um super desafio para empresários e empreendedores que querem crescer rápido. Muitos se sentem sufocados, principalmente no início, ao dividir o tempo entre decisões estratégicas, tarefas operacionais e a incerteza do que delegar para a equipe, que precisa ter muita produtividade e clareza dos processos, principalmente quando ainda são em poucos.

Fica a dúvida: como sua empresa vai crescer rápido, se todos os processos estão concentrados em uma pessoa, ou no máximo entre os sócios? Mudar atitudes, redistribuir responsabilidades e usar as ferramentas certas é a resposta para quem quer sair do sufoco da rotina e ver resultados saudáveis no negócio.

Já imaginou sua empresa ter um crescimento exponencial em apenas três anos de criação? É esse o caso de sucesso da Vezzi, Lapolla, Mesquita Advogados. Acompanhe as 3 dicas valiosas que o Thiago Vezzi, empresário e sócio da empresa, contou pra gente para você aplicar no seu negócio:

1. Defina seu propósito

No começo, são tantas tarefas e decisões na cabeça de um empresário que, se você não fizer um planejamento, fica muito difícil avançar com o negócio. “Quando começamos o escritório de advocacia, em 2016, não tínhamos RH, administrativo-financeiro, comunicação… Eu e meus sócios fazíamos tudo, eram 16 horas ou mais por dia sem dar conta de atender os clientes, lidar com todo esse trabalho operacional, e ainda prospectar novos negócios”.

É aí que a definição de um modelo de negócio claro, com propósito, faz a diferença. “A gente se desdobrava até de madrugada, até que um dia vimos que não dava mais. Não podíamos abandonar os clientes, esse era o nosso propósito claro. Foi quando entendemos que era necessário ser muito eficiente para reduzir os custos e entregar maior valor ao cliente. Se não delegássemos, o escritório não cresceria, ficaria só do nosso tamanho”.

2. Delegue o que não é o foco do negócio

Ter foco no cliente, nesse caso, é um exemplo de como o propósito de uma empresa molda todos os seus processos e projeção de crescimento. Foi assim que os sócios decidiram:

– Montar um programa de capacitação interna, para formar um time de profissionais qualificados que seguisse a cultura e valores em que eles acreditavam, e formar novas lideranças

– Delegar para um time maior e preparado para melhorar a gestão do tempo e processos internos

Começaram distribuindo a operação que é foco do negócio (casos jurídicos), mas ainda se desdobravam tentando fazer a Comunicação, o Financeiro e outras tarefas, afinal, “é melhor eu fazer do que não ter nada feito”.

Foi quando decidiram procurar profissionais terceirizados que pudessem fazer do jeito certo o que era necessário para a empresa continuar crescendo, prestadores de serviços de áreas em que eles não eram especializados:

thiago

A gente testa diferentes fornecedores. Hoje em dia é mais fácil acertar a mão, mas muitas vezes você compara, negocia e compra aquilo que te vendem, e na hora da entrega dá problema. Em alguns momentos você é iludido, até... Tudo que você tenta fazer dentro de casa e que não é o seu foco de negócio, faz você ficar obsoleto."

“Não fazia sentido perder tempo ao contratar pessoas para fazer o que não tem valor agregado no meu negócio. Contrato serviços pontuais de terceiros e, ainda que seja mais caro em alguns casos, sei que não terei dor de cabeça, vou contratar quem é especialista e domina as ferramentas e tendências daquela área.” (Thiago Vezzi, sócio da Vezzi, Lapolla, Mesquita Advogados).

Dica: Pensando em facilitar a vida de empresários e empreendedores, selecionamos e certificamos os melhores especialistas que oferecem diversos serviços em nossa loja virtual com qualidade e entrega ágil, etapas de trabalho e valores bem claros para agilizar seu processo de decisão. Assim você foca no crescimento do seu negócio sem perder tempo com orçamentos e negociação.  

3. Tecnologia é essencial, sem perder o foco nas pessoas

Gerenciar o tempo com a tecnologia a favor é algo que muita gente já faz, com o uso de softwares, aplicativos, agendas, fluxos de tarefas e outras funcionalidades. Mas o risco de uma empresa falhar no crescimento rápido está em apostar tudo na tecnologia e esquecer que seus clientes são pessoas, com quem você deve construir relacionamento.

Thiago contou que a aposta para crescerem 5 vezes em 3 anos foi seguir a tendência das fintechs e aplicar a tecnologia nos processos da sua empresa:

“Ha 10 anos saímos dos processos tradicionais do Direto, no papel, passamos pela digitalização de etapas dos processos jurídicos e, hoje, apostamos na automação do que é operacional e quase mecânico na nossa área. Reduzimos a margem e aceleramos o atendimento aos clientes ao aplicar robôs e sistemas preditivos com análise e inteligência de dados. Só assim conseguimos crescer, investindo na tecnologia para ser mais eficientes.

Mas apesar de conseguir automatizar muito da rotina da empresa, hoje, a relação com os clientes é o propósito.

“Tudo que é operacional a ponto de um robô ser capaz de fazer, decidimos que a tecnologia faça por nós, 4 ou 5 vezes mais rápido. Assim consigo me envolver em demandas estratégicas e complexas com meu time. Mas nunca abro mão do principal, que é ter a proximidade e atenção ao cliente”.

Gostou das dicas para gerenciar melhor o tempo na sua empresa? Acesse nossa loja virtual para conhecer serviços que podem ajudá-lo a melhorar processos e ter foco no seu negócio, oferecidos por profissionais qualificados de diferentes áreas.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais para inspirar mais empresários a buscar o sucesso e trocar experiências com você e sua empresa!

mariane-pereira
Mariane Pereira
Head de Marketing Campus Inc